“Como Maçãs de Ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo.” (Pv. 25.11)

“Feliz o homem que acha a sabedoria e o homem que adquire o conhecimento;
... é Árvore de Vida para os que a alcançam, e felizes são todos os que a retêm." (Pv. 3:13,18)

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Reflexões sobre o Casamento - por J. C. Ryle e John Bunyan

Prezados leitores,
Estamos em viagem, e este blog provavelmente continuará inativo pelas próximas semanas.
Contudo, sendo o motivo de nossa viagem o casamento de uma querida irmã, eu gostaria de deixar algo para refletirmos sobre este tema tão relevante em nossas vidas, seja para os que já se encontram neste estado, seja para aqueles que ainda planejam ou esperam ingressar nele.
Providencialmente, em uma de nossas leituras matinais destes últimos dias, deparei-me com este precioso trecho de J. C. Ryle sobre o bendito estado do casamento, bem como com o poema traduzido abaixo, do conhecido autor puritano John Bunyan, e gostaria de compartilhá-lo com os irmãos. Boa reflexão!

João 2:1-11

Três dias depois, houve um casamento em Caná da Galiléia, achando-se ali a mãe de Jesus. Jesus também foi convidado, com os seus discípulos, para o casamento.
Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Eles não têm mais vinho.
Mas Jesus lhe disse: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.
Então, ela falou aos serventes: Fazei tudo o que ele vos disser.
Estavam ali seis talhas de pedra, que os Judeus usavam para as purificações e cada uma levava duas ou três metretas.
Jesus lhes disse: enchei de água as talhas. E eles as encheram totalmente. Então, lhes determinou: Tirai agora e levai ao mestre-sala. Eles o fizeram.
Tendo o mestre-sala provado a água transformada em vinho (não sabendo donde viera, se bem que o sabiam os serventes que haviam tirado a água), chamou o noivo e lhe disse: Todos costumam por primeiro o bom vinho e, quando já beberam fartamente, servem o inferior; tu, porém, guardaste o bom vinho até agora.
Com este, deu Jesus princípio a seus sinais em Caná da Galiléia; manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele.



Quão honroso é, às vistas de Cristo, o estado do matrimônio! Estar presente em um casamento foi praticamente o primeiro ato público do ministério terreno do nosso Senhor.
O casamento não é um sacramento, como a igreja Romana declara. É simplesmente um estado de vida ordenado por Deus para o benefício do próprio homem. Mas é um estado do qual nunca se deve falar com leviandade, ou se considerar com desrespeito! O livro de Oração bem descreve o casamento como um “estado de honra, instituído por Deus no tempo de inocência do homem, significando, para nós, a mística união entre Cristo e a Sua igreja.” A sociedade nunca estará em uma condição saudável, e a verdadeira religião nunca florescerá  naquela terra em que o laço de casamento é pouco estimado. Aqueles que não o valorizam não possuem a mente de Cristo. Aquele que embelezou e adornou o estado do matrimônio com a sua presença e com o seu primeiro milagre em Caná da Galiléia é Aquele que não muda de ideia. “O matrimônio”, diz o Espírito Santo pela caneta do apóstolo Paulo, “seja digno de honra entre todos” (Heb. 13:4).
Uma coisa, contudo, não deve ser esquecida: O casamento é um passo que tão seriamente afetará a felicidade temporal e o bem espiritual de duas almas imortais, que ele nunca deve ser tomado nas mãos de maneira ‘inadvertida, mal-pensada, desnecessária, ou sem a devida consideração’. Para que este seja verdadeiramente feliz, ele deveria ser tomado de maneira ‘reverente, discreta, sóbria e no temor do Senhor’. A bênção e a presença de Cristo são essenciais para um casamento verdadeiramente feliz. O casamento que não oferece lugar para  Cristo e os seus discípulos não é um casamento que se possa justamente esperar que prospere.
Nós aprendemos destes versos que há certas vezes em que é correto e bom se alegrar e regozijar. O nosso próprio Senhor Jesus sancionou a festa de casamento com a sua própria presença. Ele não se recusou a ser um convidado de um casamento em Caná da Galiléia.   



A esposa de Cristo – John Bunyan

Quem é essa que vem do deserto
Coluna a fumegar com perfume encantador
Apoiada ao pai, de pesar coberto,
Ao qual foi concedida pelo Confortador?

O Sol é seu vestido, estrelas lhe coroam
A lua de prata fez-se o seu estrado
Persegue-lhe o dragão, seus rugidos soam, 
Contudo ela descansa à sombra do amado.

Mas de onde ela veio? Qual seu povo, sua raça?
Não era o seu pai um pobre Amorreu?
E sua mãe, qual sua desgraça,
Senão uma miserável do povo Heteu.

Sim, no triste dia em que nasceu,
Portas afora foi lançada com desdém,
Fétida e despida, desprezada pelos seus
Que triste pedigree tinha também.

Contudo agora vem em seu adorno
De cabelos longos, e busto ornamentado,
Herdeira é feita do mais alto reino,
Ao vento seu deslustre é soprado.

Lançada foi, mas agora é tomada,
Vestida e limpa, ao seu novo lar levada,
Amada é a que outrora era descalça
Qual princesa agora, não mais abandonada.



Pois o seu Amado é o mais honroso
Jeová, onipotente é que se chama
Fonte de vida, Rei valoroso,
Só dele vida e glória sempre emana.

Quanto ao seu tesouro, herdeiro é de tudo,
Do que existe na terra ou no céu
E esta agora tem galardão seguro,
Tudo é seu, aqui e além do véu.

Sim, Ó moça, bom foi Deus contigo,
De desprezada, agora és feita rainha,
Poucas há que outrora sem abrigo,
Convertida foi na mais nobre esposa minha.

Assim, não te orgulhes, lembra-te de Quem
Por natureza, encontrastes graça,
Mas em ti mesma ainda ficas muito aquém 

Assim tuas manchas cubra e o bem faça. 

sábado, 31 de dezembro de 2016

Novidades para o Novo Ano!!!

Prezados leitores do blog Maçãs de Ouro,

Antes de tudo, gostaríamos de nos desculpar pelos raros posts nestes últimos meses e agradecer pela paciência dos que ainda se dão ao trabalho de conferir se temos alguma novidade 😄. Estes últimos meses tem sido corridos e cheios de atividades extras para ambas de nós (Karis e Anna Layse) relacionadas às nossas vocações principais de esposas, mães e donas-de-casa. Além disso, diversos compromissos relacionados à editora Knox Publicações, ao Site Educação Domiciliar (Educar), ao lançamento do CD infantil "Deus me Fez" e ao precioso corpo de Cristo (a igreja que temos o privilégio de pertencer) tem dificultado o nosso empenho com a manutenção do blog. Portanto apreciamos e pedimos a compreensão de vocês por esta pausa em nossas postagens regulares.

Contudo, por favor, não se desanimem, pois este post lhes trás também novidades animadoras neste finalzinho de ano! Gostaríamos de anunciar o ingresso de duas excelentes colaboradoras em nosso blog! Sabemos que somos suspeitas para falar sobre elas, mas não podemos deixar de elogiar e admirar o serviço de ambas ao nosso bom e amado Senhor Jesus em suas múltiplas vocações de esposas, mães, donas-de-casa, esposa de pastor, professoras, jardineiras, secretárias e assim por diante. Sim, estamos falando de nossa amada mãe Layse Anglada e sogra Margareth Davis, aquelas que nos ensinaram, inspiraram e continuam nos auxiliando e apoiando diariamente em nossos humildes serviços a Deus.

Estas duas queridas senhoras têm sido excelentes exemplos e testemunhos da fidelidade do nosso Senhor durante todas as suas vidas de serviço exclusivo a Deus, às suas famílias, aos seus irmãos próximos e distantes e à obra para a qual Ele as chamou, tanto no Brasil quanto nos Estados Estados, onde residiram ou residem atualmente e estamos imensamente gratas por terem aceitado o nosso insistente pedido para escreverem um pouco sobre as suas experiências e nos agraciarem com a sabedoria que receberam ao longo de tantos anos de fiel serviço na lavoura do Senhor.

Layse Anglada é brasileira, esposa do pastor Presbiteriano Paulo Anglada, que serviu por mais de 30 anos na Igreja Presbiteriana Central do Pará, e agora reside nos EUA, onde trabalha na editoração e publicação de seus estudos. Excelente esposa e mãe de três filhos, ela lecionou por diversos anos no Centro de Estudos John Knox, em Belém, auxiliou como secretária da Faculdade Internacional de Teologia Reformada, e continua trabalhando em revisões e na secretaria da editora Knox Publicações.

Margareth Davis é americana, mas reside no Brasil desde a década de 70, onde edificou e administrou
o seu lar em uma fazenda distante, no Sudeste do Pará, e ali criou e educou os seus dez filhos, com escassos recursos e constantes dificuldades estruturais. Seus filhos hoje encontram-se espalhados entre o Brasil e os Estados Unidos e incluem fiéis mães e donas de casa, esposas de pastores, enfermeiras, engenheiros, agricultores e empreendedores.

Estamos certas de que Aquele que lhes auxiliou e lhes concedeu sabedoria, graça e rica experiência é fiel e poderoso para conceder o mesmo também a todas nós, que tanto necessitamos de sabedoria celestial para a realização das nossas responsabilidades e dos nossos afazeres diários que compõem o nosso trabalho neste mundo.

Inspiradas pelo texto de Tito 2:3-5: "As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem; para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, a serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada" é que levamos avante o nosso serviço e pedimos o auxílio destas sábias colaboradoras para a manutenção de nosso blog. 

Concluímos este ano de 2016, portanto, com um pequeno texto da autora Mary Winslow (1774–1854), mãe do conhecido autor puritano Octavius Winslow, traduzido e editado por Layse Anglada.



Um Novo Ano – Mary Winslow
Dá-me a conhecer, Senhor, o meu fim, e qual a soma dos meus dias, para que eu reconheça a minha fragilidade. (Salmo 39:4)

Nós estamos em uma jornada, mas a questão é para onde? Essa não é uma questão importante? Será que não deveríamos examinar os nossos passos e observar as placas na estrada para ver se estamos seguindo o caminho correto? Seríamos sábios se deixássemos a questão na incerteza? Novamente, eu repito a verdade solene: nós estamos em uma jornada cheia de eventos que certamente terminará em vida eterna ou morte eterna. As pessoas estão sendo mantidas cegas pelo inimigo e vão continuar completamente ocupadas com isso e com aquilo, e muito pouco com o que conduz à salvação de suas almas. Cuidado com os ardis de Satanás! Volte-se para a sua alma e pergunte a si mesmo: “Será que eu estou pronto para fazer a minha última prestação de contas ao Juiz de toda a Terra? Poderia eu permanecer firme diante do Seu olhar que perscruta todas as coisas? Pode Ele me examinar e me encontrar sem nenhuma mancha ou ruga ou coisa parecida? Posso eu me apresentar em perfeita santidade diante Daquele para quem todo pecado é totalmente abominável?”.
Querido amigo, eu lhe suplico que você seja honesto com a sua própria alma. Eternidade – a eternidade com todas as suas solenes realidades – está diante de nós. Fuja correndo para Jesus, o Salvador de pecadores, e não O deixe até que Ele declare Paz (e não guerra) à sua alma. Lute com Ele por Sua bênção, que é poderosa para fazer infinitamente mais do que pedimos ou pensamos. Porque eu estou certo que se você agir assim, você conseguirá. Não dê descanso à sua alma até que você possa dizer: “Eu estou salvo! Cristo é o meu fiador! Cristo é meu e eu sou Dele!”.
Mas saiba que Satanás estará muito ativo. Ele fará tudo para impedir aqueles que estão em busca de sua gloriosa herança. Ele vai usar de todos os meios para que pecadores perdidos não busquem a Jesus, e eles nunca O encontrarão até que se empenhem de todo o coração. Não dê descanso a Jesus enquanto Ele não colocar paz no seu coração e lhe colocar de volta em seu caminho, regozijando-se Nele. Querido amigo, entregue todo o seu coração e toda a sua alma a Jesus. Ele vai lhe aceitar do modo como você estiver. Ele prometeu: “Eu me manifestarei a eles”. Então, pois, vá e implore que Ele cumpra essa promessa.



quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Por Que TODOS Devem Lutar pelo Direito à Educação Domiciliar no Brasil

Esse blog não é um blog sobre Educação Domiciliar. Há vários blogs com esse foco específico, e especialmente indicamos os artigos do site da Educar- Educação Domiciliar Reformada, www.educaçao-domiciliar.com para quem quiser se aprofundar no tema. O Maçãs de Ouro é um Blog sobre Educação e Literatura Cristã, e nosso foco é bem mais amplo. Apesar de todos os nossos leitores estarem interessados na maneira cristã de educar seus filhos, acredito que apenas uma minoria de nossos leitores chegaram ao ponto de retirar seus filhos da escola e assumir a totalidade da formação acadêmica das suas crianças, até porque essa prática é relativamente nova no Brasil, e suas práticas, rotinas e currículos são desconhecidos e muitas vezes vistos com suspeição pela sociedade em geral, e infelizmente, até por muitos pais, educadores, escolas e igrejas cristãs, simplesmente por falta de entendimento da prática, da legitimidade e dos benefícios que a educação domiciliar pode trazer para as famílias, para a sociedade em geral, e mesmo para o avanço do reino de Deus no mundo. Nós desejamos que nossos leitores sejam devidamente informados sobre essa modalidade de educação para que possam fazer um julgamento bem-informado e para que possam, seja qual for sua posição de influência, apoiar a luta das famílias educadoras no Brasil pelo direito de educarem seus filhos fora do ambiente institucional, no seio do próprio lar. Por isso faremos aqui uma série de postagens sobre o assunto, que você poderá encontrar também sob a legenda lateral entitulada Educação Domiciliar.

A Educação Domiciliar não é para todos. Ela é uma modalidade de educação com requisitos únicos (de tempo, de recursos, de convicção, de compromisso, etc.) para as famílias que as praticam, e ela sempre será para uma minoria, razão por que ela jamais competirá com a escola institucionalizada. Mas devido a situação atual de fracasso acadêmico, doutrinação ideológica anti-cristã, e graves problemas sociais da maior parte das escolas públicas e privadas em nosso país, (drogas, violência, bullying, más companhias, dependência ao grupo, etc.), pais cristãos ou conservadores em nosso país tem encontrado na educação domiciliar uma maneira singular de escapar desses problemas, especialmente onde não existem boas escolas cristãs ou quando estas não estão atendendo as necessidades e expectativa das famílias. Por isso, apesar de não defendermos a educação domiciliar como “o modelo” que todos deveriam seguir, entendemos que ela deve ser defendida por todos, a começar pelo nosso sistema jurídico, como um direito dos pais e uma modalidade válida e eficaz de educação. Poderíamos até contender que a educação domiciliar pode trazer vários benefícios e soluções para as famílias, escolas e sociedade, para não mencionar os grandes benefícios que ela traz para a formação dos filhos da aliança e para a preservação e crescimento da Igreja de Cristo:

Benefícios da E.D. para a Família:
• Devolve à família a responsabilidade maior pela formação dos filhos (conforme ensino bíblico);
• Aproxima laços familiares e o amadurecimento pessoal relacional;
• Promove educação conjunta, tutorial e eficaz;
• Permite uma educação naturalmente integral (acadêmica, social, caráter, espiritual, sentimental);
• Promove socialização controlada e saudável com pessoas de todas as idades e níveis sociais;
• Permite mais tempo útil para o ensino individualizado e atividades educativas;
• Promove verdadeiro discipulado pelo exemplo constante dos pais;
• Educa no contexto da vida, para a vida;
• Permite flexibilidade financeira, de tempo, de recursos, etc.
• É uma alternativa mais acessível a famílias carentes ou com muitos filhos comparada à matricula e mensalidades e materiais didáticos em escolas privadas cristãs, pois os investimentos em livros e materiais é re-utilizado por outros filhos.

Benefícios da E. D. para a Escola:
• Desafoga as salas de Aula e permite que a escola se desenvolva melhor. Ao matricular alunos domiciliares como uma modalidade de Educação à Distância, ou ao prover material didático e currículo para os homeschoolers da comunidade, a escola passa a alcançar e servir um número maior de alunos e a ser reconhecida por muitos fora de seu alcance físico;
• Valoriza e abre outros campos de atuação para o professor pelo ensino à distância, aproveitamento futuro de seu esforço no preparo de aulas e aulas particulares;
• Dá possibilidades de aumento de recursos com menos gastos, através de matrículas de alunos à distância e serviços aos pais mediante cobrança de taxas.
• Permite que a escola receba alunos já bem mais maduros, preparados, responsáveis, adiantados, e disciplinados;
• Incentiva a organização do currículo escolar para produção de material didático próprio;
• Pais e Associações produzem materiais, recursos e eventos úteis à escola;
• Abre mais uma porta para que a escola cumpra o seu papel de ajudar o lar;

Benefícios da E. D. para a Sociedade:
• Tende a formar líderes empreendedores e pessoas bem-preparadas;
• Tende a formar cidadãos responsáveis;
• Tende a formar alunos exemplares, do estilo que as universidades e empresas buscam.
• É uma alternativa mais barata que a escola pública, e que não pesa para o governo.
• Forma pessoas mais socialmente ajustadas e independentes do grupo e das opiniões de massa;
• Incentiva o serviço ao próximo através do melhor desenvolvimento da vocação individual do aluno;
• Tende a preservar a piedade e a moralidade e a valorização da família.

Benefícios da E. D. para a Igreja de Cristo
• Protege as crianças em fase formativa de más companhias e da pressão ideológica do grupo;
• Protege os filhos da aliança da influência perniciosa de conteúdos, livros didáticos, da linguagem profana e do ensino de professores de ideologias diferentes da cosmovisão cristã;
• Dá liberdade para que pais cristãos ensinem a verdadeira doutrina e mostre como ela se integra a todas as disciplinas;
• Pais que aderem ao ensino clássico enfatizam a importância da Bíblia e de sua interpretação, incluindo até matérias como grego e hebraico que
• A ênfase clássica na argumentação e na retórica também desenvolve líderes pensadores e bons comunicadores com habilidades para a defesa e propagação da fé cristã na arena pública e nas várias esferas sociais;
• As crianças educadas em casa por pais cristãos normalmente são mais disciplinadas, responsáveis e convictas, e capazes de se destacar academicamente e influenciar na Universidade e nas suas profissões;
• Forma crianças integralmente e com mais tempo e preparo para desenvolver seus dons a serviço da igreja e da sociedade;
• Incentiva o desenvolvimento de crentes maduros, pela imitação e exemplo constante dos membros mais sábios da família e da igreja;
• A socialização equilibrada e multi-etária do lar é naturalmente transmitida à igreja e evita os males da departamentalização dentro das congregações;
• Incentiva a união dos membros das igrejas através da utilização dos dons de outros membros para ajudar os pais na tarefa de formar a criança. A formação de cooperativas entre famílias de uma mesma igreja também promove essa união e compartilhamento de dons;
• Preserva o ideal bíblico de respeito e submissão à autoridade, que é a base do bom governo eclesiástico;
• Promove consciência e atividades evangelísticas pelo desenvolvimento dos dons individuais dos alunos para servir o corpo de Cristo.

Esperamos que você tenha podido ver os inúmeros benefícios da difusão desse método educativo da educação domiciliar, para que esse direito (e dever!) da família venha a ser reconhecido e respeitado pela lei e pela sociedade em geral. Não é preciso ser pai homeschooler para ver e defender o direito da família a essa modalidade de educar os filhos. Os educadores deveriam ser os primeiros a ver o homeschooling como um novo horizonte e uma solução para muitos problemas da escola e da sociedade, e até da igreja. Que a educação domiciliar se torne uma modalidade educativa “banal” no Brasil é um dos objetivos de nossa luta no momento segundo o Dr. Alexandre Magno, e para que isso aconteça TODOS precisam conhecer e apoiar esse direito em pról das famílias que optam por essa modalidade. Seja qual for a sua profissão ou relacionamento com o homeschooling você pode apoiar esse movimento divulgando os benefícios que ele traz para todas essas esferas sociais até que ele deixe de ser uma novidade, e se torne uma modalidade de educação comum, mas respeitada, como o é em tantos países no mundo. Numa próxima postagem veremos o que TODOS, ou melhor, o que VOCÊ pode fazer para beneficiar esse movimento que tanto promete beneficiar a VOCÊ e a TODOS.

Um abraço, e até a próxima!


Karis Anglada Davis.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Dia de Ação de Graças para o Homeschooling no Brasil

Hoje é dia de Ação de Graças nos Estados Unidos. É um dia especial em que os norte-americanos relambram com gratidão a bondade de Deus por haver conduzido e abençoado aqueles primeiros peregrinos desbravadores que deixaram seu lar na Inglaterra numa longa jornada até o novo mundo. O que eles buscavam que justificava todo aquele deslocamento em meio a tantos perigos e sofrimentos? Nada mais, nada menos do que uma vida de liberdade das exigências governamentais que os impediam de adorar a Deus e de ensinar os seus filhos a fazer o mesmo segundo as suas convicções. Em sua bondade, o Senhor providenciou para o sustento daqueles piedosos peregrinos, com amigos indígenas que os ajudaram a sobreviver e a plantar naquele novo solo. Quando vieram os frutos daquela primeira colheita em seu novo lar, eles celebraram uma festa de gratidão Àquele que os havia trazido até ali, e apesar das tristezas e perigos do caminho, e da incerteza quanto ao futuro, louvores foram dados ao Senhor, na presença dos novos amigos, pela bondade e fidelidade do seu gracioso Deus.

Hoje é um dia de ação de graças para o homeschooling no Brasil. Em vista dos singelos e primeiros frutos que estamos colhendo das sementes lançadas pelas famílias de corajosos desbravadores nesse terreno educacional novo em nosso país, muitos louvores, risos e lágrimas de ação de graças foram prestados nos últimos dias e especialmente no dia de hoje, ao mesmo Deus dos peregrinos do Mayflower, por vermos a sua bondosa mão agindo e sustentando esse movimento tão pioneiro no Brasil, mas que promete ser uma bênção para tantas famílias, para o futuro da igreja de Cristo e para a nossa sociedade em geral.

O Motivo dessa alegria e gratidão? Temos mais "amigos do Homeschooling" favorecendo legalmente a legitimidade das famílias de praticarem a Educação Domiciliar no Brasil. Um grande passo! Vejam as notícias abaixo:

Terça-Feira, 23 de Novembro de 2016

Queridas Famílias Educadoras,
Uma excelente notícia e um esclarecimento:
Foi publicado hoje um estudo realizado em Agosto deste ano, na verdade, um parecer técnico da Consultoria Legislativa, órgão de assessoramento jurídico da Câmara dos Deputados, concluindo pela total legitimidade da Educação Domiciliar (homeschooling), não havendo qualquer necessidade de legislação específica sobre isso.
No link abaixo vocês podem ter acesso ao inteiro teor do parecer. Sugerimos que leiam, imprimam e guardem uma cópia. Foi muito bem embasado e, portanto, trata-se de um documento muito importante para nós. A ANED, inclusive, é citada neste parecer. Contudo, como essa notícia causou um certo alvoroço nas redes sociais, entre algumas famílias, deixamos um breve esclarecimento do Dr. Alexandre Magno, nosso Diretor Jurídico:
"A guerra não foi vencida, não foi promulgada nenhuma lei e nem houve uma decisão do STF. O que aconteceu foi a publicação de um parecer favorável ao homeschooling por um órgão jurídico muito influente e respeitado. Digamos que nesta luta ganhamos o apoio de um poderoso guerreiro.
Bem, vocês devem estar pensando, e agora? Simples: a ANED vai levar esse parecer ao ministro relator do processo no STF e isso certamente contará a nosso favor. A todas as famílias que estejam sendo processadas ou de qualquer forma contestadas no seu direito de educar os filhos em casa, sugiro que façam o mesmo: informem juízes, promotores e conselheiros tutelares da existência desse parecer. Eles saberão que não estamos sozinhos."
Continuamos o nosso trabalho! Agradecemos o apoio e a compreensão de todos!
Um terno abraço,
Ricardo Iêne Dias (Rick) - ANED

Hoje, 25 de Novembro de 2016:

QUERIDAS FAMÍLIAS EDUCADORAS!!!

O MINISTRO BARROSO ACABOU DE DEFERIR A PETIÇÃO DA ANED E DETERMINOU A SUSPENSÃO DE TODOS OS PROCESSOS EM CURSO CONTRA AS FAMÍLIAS QUE EDUCAM EM CASA. AQUI VAI A DECISÃO:
PETIÇÃO 65992/2016: EM RAZÃO DA RELEVÂNCIA DOS ARGUMENTOS APRESENTADOS E DO RECONHECIMENTO DA REPERCUSSÃO GERAL, DETERMINO A SUSPENSÃO DO PROCESSAMENTO DE TODOS OS PROCESSOS PENDENTES, INDIVIDUAIS OU COLETIVOS, QUE VERSEM SOBRE A QUESTÃO E TRAMITEM NO TERRITÓRIO NACIONAL, NOS TERMOS DO ART. 1.035, § 5º DO CPC/2015 E DO ART. 328 DO RISTF.
ENTÃO, MEUS QUERIDOS, ATÉ QUE O STF JULGUE O RECURSO, TODOS, ABSOLUTAMENTE TODOS OS PROCESSOS QUE VERSAM SOBRE HOMESCHOOL NO BRASIL ESTÃO SUSPENSOS!!!
PODE COMEMORAR, SIM!
EM TESE, NINGUÉM PODE PROIBIR UMA FAMÍLIA DE EDUCAR SEUS FILHOS EM CASA, ATÉ QUE O STF JULGUE!!!
SINTAM-SE ABRAÇADOS! ESTAMOS QUASE LÁ!
RICK

Sabemos que a legalidade do Homeschooling no Brasil é um fator que pesa na decisão de muitos pais que desejariam praticar o ensino domiciliar com seus filhos. Essas notícias são bastante encorajadoras, e as interpretamos como Deus sendo gracioso para com o futuro da Igreja em nosso país, pois trata-se de termos, como pais cristãos, liberdade para educar os filhos da aliança em uma modalidade excelente de educação cristã. Por isso estamos alegres.

Quando o Senhor restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha
Então a nossa boca se encheu de risos, e a nossa língua de júbilo
E então entre as nações se dizia: "grandes coisas tem feito o Senhor por Eles"
Com efeito, grandes coisas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres.

Restaura, Senhor, a nosssa sorte como as torrentes do Neguebe
Os que com lágrima semeiam com júbilo ceifarão;
Quem sai andando e chorando enquanto semeia
Voltará com júbilo, trazendo os seus feixes.

Canção baseada no Salmo 126

Mais informações sobre a situação jurídica atual do Ensino Domiciliar no Brasil nos links abaixo:

Link para Vídeo esclarecendo o parecer:

Link para o parecer do Consultor:

Link para acompanhar a tramitação:

Acrescenta parágrafo ao art. 23 da Lei nº 9.394, de 1996 (a famosa LDB), para dispor sobre a possibilidade de oferta domiciliar da educação básica.


Por isso é com muita alegria que informamos os nossos leitores que, atendendo a muitos pedidos de  leitores interessados no ensino domiciliar, e impulsionados por essa boa notícia para os pais e educadores cristãos em nosso país, retomaremos as atividades de nosso blog (após uma longa pausa devida a compromissos extras incluindo os relacionados ao lançamento do CD Deus me Fez!) com uma série de postagens voltadas para esclarecer pais, educadores e curiosos sobre várias questões ligadas à prática do homeschooling cristão no Brasil, incluindo vários temas, palestras e respostas a perguntas levantadas no Primeiro Encontro Educar do Norte-Pará em Junho de 2016.

Iniciaremos com a postagem: Por que todos devem apoiar a Educação Domiciliar? Em Breve!

Enquanto aguardam, visitem o site www.educação-domiciliar.com para uma riqueza de recursos e arquivos relacionados ao ensino domiciliar de uma perspectiva bíblica-reformada.

Um abraço, e até em breve, se Deus quiser.

Karis Anglada Davis.